728x90_zanox_Oferta da Semana2

Colágeno e Elastina para uma pele mais jovem!

Colágeno e Elastina

Colágeno e Elastina

Colágeno e Elastina, as proteínas do anti envelhecimento!

Que mulher (ou mesmo homem) não sonha ou nunca sonhou em manter uma pele “esticadinha” e firme por toda a vida? TODOS CLARO, ATÉ EU! Mas infelizmente, é natural com o avançar da idade que a pele vá perdendo sua firmeza. Porém, isto não quer dizer que seja o “FIM DO MUNDO”. Vamos por partes para o melhor entendimento…

A mídia o tempo todo nos bombardeia com propagandas de cosméticos em relação a cremes e aparelhos que estimulam a tonificação da pele como forma de retardar o envelhecimento. Mas não estou dizendo aqui que estes não tenham seus méritos, muito pelo contrário, se bem empregados podem ser grandes aliados na manutenção de uma pele viçosa, firme e sadia. Entretanto, o que as pessoas desconhecem ou se sabem parecem não se importar é que esse processo de envelhecimento não é apenas da pele (onde duas proteínas tem um papel fundamental – O COLÁGENO E A ELASTINA), mas de todos os tecidos.

O Metabolismo e a Flacidez…

A pele é o maior órgão do corpo humano. É composta por três camadas: a epiderme, a derme e a hipoderme. A mais superficial, a epiderme, funciona como uma capa protetora das agressões externas, como os raios solares, o vento e a poluição, entre outras. Na segunda camada, a derme, são produzidas duas fibras ricas em proteínas, responsáveis pela sustentação da pele: o Colágeno promovendo a firmeza e a Elastina a elasticidade. A hipoderme, a camada mais profunda, é composta por células adiposas que têm a função de criar um isolamento térmico, garantindo a temperatura do nosso corpo.

Entre os 25 e 35 anos, aparecem os primeiros sinais de envelhecimento, porque a produção de Colágeno e Elastina começa a se tornar mais lenta, acelerando na quarta década. É nessa fase que aparecem as primeiras rugas e que a pele começa a perder a elasticidade. Em grande parte, tal alteração em nosso metabolismo está normalmente ligada às mudanças hormonais e recentemente foi cientificamente comprovado que as mulheres apresentam uma perda mais rápida que os homens. Além disso, fatores como estilo de vida sedentário, estresse, cigarro, poluição, exposição inadequada ao sol, gestação ou uma grande redução de gordura possam contribuir negativamente ainda mais.

Além de perder Colágeno num ritmo muito mais acelerado que os homens, é sempre bom lembrar que as mulheres apresentam uma quantidade menor desta proteína no corpo, comparativamente aos homens. E para complicar, a deficiência de estrogênio que ocorre no sexo feminino por volta dos 45-50 anos (entrada na menopausa) faz com que haja uma diminuição da quantidade de fibroblastos, células responsáveis pela produção do Colágeno, que junto com a Elastina, compõem a trama de sustentação da pele. Toda essa mudança provoca a redução do fluxo de sangue pelos vasos e leva a uma menor capacidade de retenção de água pelas células, além de desacelerar a atividade das glândulas sebáceas e sudoríparas, que produzem a oleosidade que protege a pele como um filtro natural. Sem a mesma irrigação e hidratação a pele fica seca, enrugada e flácida, quebradiça e fina, muito mais sensível a escoriações e aos efeitos da exposição solar. Pequenos cortes levarão tempo para cicatrizar e as manchas irão proliferar com rapidez.

Banner Oficial Farma

banner tribulus on

Estima-se que com a menopausa haja uma perda média anual de 2% de Colágeno. A velocidade do processo vai depender da presença de fatores de risco como o tempo que a pele foi exposta ao sol ao longo da vida e o hábito do tabagismo. Estudos mostram que o cigarro pode aumentar de duas a três vezes o número de rugas em mulheres de cor branca de meia-idade, ao reduzir muito a irrigação sanguínea das camadas que formam a pele.

O que fazer para reduzir o prejuízo?

MUSCULAÇÃO! Isso mesmo e não adianta reclamar ou ficar triste! Mas não é qualquer “malhadinha” que vai fazer diferença não, É TREINAR FORTE! Como já foi dito em vários artigos aqui, esta tem a capacidade de estimular a liberação de uma série de hormônios que possuem alta ATIVIDADE ANABÓLICA, ou seja, estimulam a construção de tecidos, retardando a perda e/ou recuperando certos níveis de Colágeno e Elastina, resgatando assim boa parte da tonicidade da pele! VOCÊ AINDA NÃO TREINA MUSCULAÇÃO? Então saiba que está perdendo um precioso tempo!

Entretanto, a musculação será apenas O ESTÍMULO, cuja resposta irá depender ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE da qualidade de sua alimentação no fornecimento dos nutrientes necessários para a reparação tecidual, com uma atenção muito especial à quantidade de proteínas de alto valor biológico e doses corretas da Vitamina C. Essa associação é fundamental na ressíntese do Colágeno e da Elastina. Procure seu nutricionista e monte seu novo plano alimentar o quanto antes!

Um detalhe mais do que importante e que invariavelmente é deixado de lado por parte das mulheres é a HIDRATAÇÃO. Estas parecem sofrer do que chamo de SÍNDROME DE CAMELO – NÃO BEBEM ÁGUA E DEPOIS RECLAMAM DE INTESTINO PRESO! Estou mentindo?? A água é o principal regulador de todas nossas funções metabólicas e sem essa em quantidades ideais não acontecerão a contento também! Pessoas fisicamente ativas necessitam de algo em torno de 30 a 40 ml de água por quilo de massa corporal.

E finalmente, mas não menos importante uma dica para o(a)s fanáticos por aerobiose. Vocês sabiam que por sermos seres altamente oxidativos o trabalho aeróbio excessivo também contribui para a perda da tonicidade da pele? Mesmo no caso daqueles que mantenham uma alimentação riquíssima em antioxidantes! Só este parágrafo dará um artigo inteiro. Aguardem!

Pessoas que reduziram uma grande quantidade de gordura muito rápido e gestante pós-parto sofrem com uma grande flacidez da pele. Estes dois grupos, além de seguir à risca tudo que foi aqui exposto, necessitam de grande PACIÊNCIA na reconstrução de suas fibras de Colágeno e Elastina da pele. Este é um processo tão lento quanto analogamente ao ganho de massa muscular. E não há como prever o quanto essa pele retornará a uma condição de firmeza e elasticidade normais ou se voltará completamente à normalidade. SÓ O TEMPO DIRÁ!

Bons treinos e até a próxima!

ATENÇÃO: Este artigo serve apenas para fins informativos e não se destina a fornecer assistência médica. Este artigo possui autorização expressa do autor.

Sobre o autor

Eder Lima

Preparador Físico Particular e Consultor Técnico de Atletas de Alto Rendimento em Diversas Modalidades Esportivas; Consultor para montagem, organização e normatização técnico administrativa para academias; Consultor em Coaching Corporativo; Ex-docente em cursos de graduação, extensão e pós-graduação nas cadeiras de: Biomecânica, Cinesiologia, Musculação e Neurofisiologia. Pós-graduado em PREPARAÇÃO FÍSICA e MUSCULAÇÃO, UGF. 1994 portador do CREF. G/MG 01232.

Seja o primeiro a comentar

Comentários:

lipo 6 black banner suplementos mais baratos