Exercício aeróbio e o coração!

Exercício aeróbio e o coração!

A resposta cardiovascular ao exercício aeróbio!

A atividade aeróbia (caminhada, corrida, andar de bicicleta, etc…) tem importante relação com a saúde da população, além da praticidade de execução, uma caminhada ou corrida pode ser feita em diversos lugares ao ar livre, trazendo bons resultados para o indivíduo que pratica.

Existem alguns protocolos para a prescrição do exercício aeróbio, uma das principais organizações responsáveis por isso é o Colégio Americano de Medicina Esportiva, também conhecido pela sigla (ACMS).

O ACMS propõe uma atividade realizada de 3 a 5 vezes por semana, com duração de 30 até 50 minutos, e uma intensidade de 60% a 75% da frequência cardíaca. Porém a maioria das pessoas que praticam ou estão querendo praticar não sabem da real importância do exercício e as diversas alterações internas no organismo, o coração é um dos principais responsáveis por essas mudanças.

Essa publicação visa mostrar algumas alterações que ocorrem durante o exercício (alterações agudas, ou seja, ocorrem durante a pratica da atividade).

Principais parâmetros cardiovasculares durante o exercício:

Frequência cardíaca (FC): É a quantidade de batimentos do coração, reflete a quantidade de trabalho cardíaco para satisfazer a demanda imposta pelo exercício; aumenta em proporção direta ao aumento da intensidade do exercício. Isso significa que quanto maior for esforço durante o exercício o coração aumentará a frequência cardíaca.

Banner Oficial Farma

Banner Oficial Farma

Volume sistólico (VS): A sístole é o esvaziamento de uma parte do coração, onde o sangue é ejetado para o restante do corpo, quando falamos em volume sistólico significa a quantidade de sangue ejetado pelo coração durante cada sístole; aumenta durante o exercício para permitir que o coração trabalhe com mais eficiência.

Debito cardíaco (DC=FCxVS): Para definir o debito cardíaco, temos que multiplicar a frequência cardíaca pelo volume sistólico, temos como resultado o volume ejetado pelo coração por minuto; por ser uma função da FC e VS também aumenta durante o exercício para satisfazer a demanda energética aumentada.

Todos os três parâmetros aumentam em proporção a intensidade do exercícios aeróbio, essas alterações são responsáveis por grandes benefícios para o praticante da atividade, uma melhora no condicionamento físico, melhor disposição para executar tarefas do dia a dia, diminuição da gordura corporal, liberação de endorfina, hormônio responsável pela sensação de bem estar, entre outros.

Lembrando que é importante conhecer e ter noção do que ocorre no organismo durante o exercício aeróbio ou resistente, esses parâmetros controlados refletem em um treinamento seguro de ser feito, sem correr riscos e otimizando o resultado, para maiores resultados procure sempre um profissional de educação física.

Deixe seu comentário caso tenha alguma dúvida. Bom treino a todos!

JPG Suplementos 300x250

ATENÇÃO: Este artigo serve apenas para fins informativos e não se destina a fornecer assistência médica. Este artigo possui autorização expressa do autor.

Sobre o autor

Leonardo Scofano

Leonardo Scofano é formado em Bacharel e Licenciatura em Ed. Física, portando o CREF 032209 – G/RJ. Especialista no curso de formação em Personal Trainer e membro do SBPT (Sociedade Brasileira de Personal Trainer). Responsável pelo conteúdo da página Atividade física Customizada e Fisiologia. Atuante na área de consultoria esportiva.

Seja o primeiro a comentar

Comentários:

lipo 6 black banner suplementos mais baratos