Como funciona o Bulking limpo na musculação? (5 coisas que você precisa saber)

Como funciona o Bulking limpo na musculação

Como funciona o Bulking limpo na musculação

Bora crescer! Confira 5 dicas sobre como fazer um Bulking limpo na musculação.

O bulking é uma processo/fase na musculação onde a pessoa deseja ganhar massa muscular de forma mais rápida. Além do cardápio certo, essa é uma fase que exige treinos bastante intensos para desenvolver (fabricar) os músculos. Por se tratar de uma fase onde o cardápio naturalmente fica mais calórico, é normal também que exista ganho de gordura corporal.

No entanto, com o treinamento adequado é possível usar isso a favor do desenvolvimento muscular. Já que o bulking, também denominado OFF, consiste em uma dieta hipercalórica, o nutriente que mais deve ser acrescido ao cardápio é o carboidrato, sendo que as proteínas continuam ainda mais presentes em todas as refeições do dia.

Leia também: BULKING X CUTTING

Para conferir mais informações sobre como funciona o Bulking na musculação, se liguem nessas 5 dicas que você precisa saber para atingir os seus objetivos com eficiência:

1 – Exagerar é preciso, mas nem tanto;
Quando se fala em ingerir mais calorias, isso não quer dizer que é preciso comer que nem um bicho. Já que uma dieta equilibrada e saudável conta com uma alimentar “mais controlada”, em uma dieta hipercalórica basta ingerir quantidade maiores. O mesmo funciona com a proteína e os demais grupos alimentares.

Nada em excesso é bom, além disso, se você comer demais, o seu organismo nem vai conseguir absorver, por mais que treine, levando ao acúmulo do excesso consumido (o chamado bulking sujo). Uma forma de comer mais sem ser em demasia é distribuindo a alimentação em várias refeições diárias, assim, é possível comer menos e mais vezes ao dia.

2 – Aposte em variedade e qualidade dos alimentos;
Também é importante apostar na qualidade dos alimentos e não só na quantidade. Desse modo, é necessário incluir em todas as refeições diárias a maior variedade possível de alimentos saudáveis. Além de ingerir as calorias necessárias, é essencial contar com todas as vitaminas e minerais necessários, inclusive, encontrados nos vegetais.

Assim, além de proteínas magras, é necessário ingerir carboidratos complexos, que possuem baixa glicemia, ao contrário dos simples que logo são metabolizados pelo organismo e saciam a fome por menos tempo. Dê preferência, portanto, às farinhas integrais, arroz integral, aveia e batata doce. Frutas e legumes também são bem vindas nesta fase. Frituras e doces nem pensar (mentira, de leve pode sim… rsrs)!

4 – O treino deve ser bastante intenso;
O mais fundamental a entender quando se fala em bulking, é que essa dieta deve ser feita quando você realiza treinos mais intensos, caso contrário, as calorias extras ingeridas apenas vão se transformar em gordura acumulada. Treine que nem um cavalo!

A dieta hipercalórica serve justamente para isso, para que você alcance o máximo de volume muscular. Dessa forma, é preciso contar com um treinamento adequado e competente.

5 – Consuma sal na quantidade adequada;
Já que a ideia é comer um pouco mais que o normal, desde que esteja fazendo treinos realmente intensos, é preciso estar atento à quantidade de sal dos alimentos. Embora o excesso seja prejudicial à saúde, por outro lado, ele não pode estar ausente da dieta, pois é um mineral, assim como os demais, importante ao organismo.

Para a hipertrofia é ainda mais necessário, uma vez que ele aumenta a concentração de líquidos no meio intracelular, o que é determinante para a síntese proteica. Uma dica é evitar os produtos industrializados, que além de pouco nutritivos têm sal em excesso, assim, o melhor é acrescentar o sal com moderação no preparo das refeições.

6 – Beba muita água todos os dias (BASE DE TUDO);
A água também é importante para a síntese proteica, pois se trata de uma bebida que colabora com todas as funções do organismo. É preciso, portanto, beber em torno de 2 a 3 litros de água todos os dias, sendo que de acordo com a intensidade dos seus treinos pode ser preciso ingerir até mais.

A dica é beber com alguma frequência um copo de água, ao longo do dia, sendo que durante o treino é necessário manter a hidratação. No entanto, nem mesmo a água deve ser ingerida excessivamente.

É isso marombada! Os mais aventurados geralmente utilizam esteróides nesta fase, mas isso já é um assunto que fica para os comentários (quem quiser deixar relatos).

ATENÇÃO: Este artigo serve apenas para fins informativos e não se destina a fornecer assistência médica.

Sobre o autor

Planeta do Corpo

Os artigos com a assinatura "Planeta do Corpo" são escritos pelos nossos editores, leitores ou profissionais que disponibilizam seus conteúdos afim de contribuir com o Blog. O Planeta do Corpo é um portal informativo 100% gratuito. Todos os nossos artigos estão relacionados a suplementos alimentares, nutrição esportiva, musculação e saúde. Gostaria de colaborar com o conteúdo do site ou anunciar aqui? Entre em contato através do e-mail contato@planetadocorpo.com

Comentários publicados (2)

  1. muito bom vou tentar fazer, veremos no que vai dar, vou reportando os ganhos aqui.

    Responder

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*