Esteatose Hepática

Esteatose Hepática x Anabolizantes

A esteatose hepática é uma condição causada pelo acúmulo de gordura no fígado. O termo hepático tem origem grega e significa fígado. Esteato é o termo que indica relação com gordura. Portanto, esteatose hepática significa literalmente fígado gorduroso ou fígado gordo.
Nosso fígado possui normalmente pequenas quantidades de gordura, que compõe cerca de 10% do seu peso. Quando o acúmulo de gordura excede esse valor, estamos diante de um fígado que está acumulando gordura dentro do seu tecido.
Há algumas décadas acreditávamos que o acúmulo de gordura no fígado era causado apenas pelo consumo exagerado de bebidas alcoólicas e que a presença da esteatose era necessariamente algo danoso à saúde. Atualmente sabemos que a esteatose hepática é muito comum e pode ser causada por diversas outras condições e não apenas pela ingestão de álcool.
Os esteroides agem de forma semelhante ao álcool, destruindo as células do fígado. O uso prolongado de doses elevadas podem provocar um tipo de hepatite tóxica e outros problemas, como a formação de nódulos, tumores e esteatose
Uma esteatose hepática leve (esteatose hepática grau 1 ou 2) normalmente não causa sintomas ou complicações. O acúmulo de gordura é pequeno e não leva à inflamação do fígado.
Quanto maior e mais prolongado for o acúmulo de gordura no fígado, maiores são os riscos de lesão hepática. Quando há gordura em excesso e por muito tempo, as células do fígado podem sofrer danos, ficando inflamadas. Este quadro é chamado de esteato-hepatite ou hepatite gordurosa. A esteato-hepatite é um quadro bem mais preocupante que a esteatose, já que cerca de 20% dos pacientes evoluem para cirrose hepática.

Causas da esteatose hepática

● Obesidade
● Diabetes
● Hipercolesterolemia
● Drogas em geral (Remédios, Anabolizantes, Drogas lícitas e ilícitas, etc)
● Desnutrição
● Cirurgias abdominais
● Gravidez


Dieta de 17 dias

Venha conhecer todo planejamento do programa "Dieta de 17 dias"!

A Dieta de 17 Dias, é um e-book completo para você aprender do ZERO a como emagrecer de forma saudável, rápida e eficaz em um ciclo de 17 dias!

E aí, você topa o desafio de emagrecer de verdade em menos de 3 semanas?


Sintomas da esteatose hepática
A esteatose hepática não causa sintomas. Normalmente, o diagnóstico é feito acidentalmente através de exames de imagem, como ultrassonografias ou tomografias computadorizadas solicitadas por outros motivos.
Alguns pacientes com esteatose hepática queixa-se de fadiga e sensação de peso no quadrante superior direito do abdômen. Não há evidências, entretanto, que esses sintomas estejam relacionados ao acúmulo de gordura no fígado. Há pacientes com grau avançados de esteatose que não apresentam sintoma algum.
O que diferencia o acúmulo de gordura benigno da esteatose hepática do acúmulo de gordura prejudicial da esteato hepatite é a presença de inflamação no fígado. Ambos os quadros não costumam causar sintomas. Clinicamente é impossível distingui-los.
É importante destacar que através dos exames de imagem também nem sempre é possível diferenciar casos de esteatose, principalmente em fase avançada, da esteato-hepatite. A ultrassonografia, por exemplo, consegue-se ver bem a gordura, mas não possui sensibilidade suficiente para se descartar ou confirmar a presença de inflamação no fígado.
Tratamento para esteatose hepática
Não existe tratamento específico para esteatose. O alvo deve ser o tratamento dos fatores de risco citados acima. A fase de esteatose pode ser reversível apenas com alterações dos hábitos de vida.
A perda de peso é, talvez, a mais importante medida. Todavia, deve-se limitar a perda de peso ao máximo de 1,5 kg por semana para se evitar uma piora do quadro. A prática regular de atividade física também ajuda muito, pois diminui o colesterol e aumenta o efeito da insulina, e o uso de suplementos alimentares voltados para o emagrecimento também podem ajudar. Em doentes com obesidade mórbida, a cirurgia bariátrica pode ser uma opção.
Deve-se controlar o colesterol, o diabetes, e se possível, trocar drogas que possam estar colaborando para a esteatose. Medicamentos como metformina (em pacientes não-diabéticos), vitamina E e vitamina C, losartan e Orlistat (xenical) apresentam resultados controversos e ainda não há uma indicação formal para o seu uso.

Fonte: http://www.mdsaude.com/2009/08/esteatose-hepatica.html
ATENÇÃO: Antes de tomar qualquer tipo de suplemento alimentar, consulte seu médico, nutricionista ou personal trainer habilitado. Não brinque com sua saúde, ela é um bem muito precioso. Não compre produtos que não estejam registrados no Ministério da Saúde, uma vez que sua venda é proibida no Brasil. Para maiores informações visite o site da ANVISA.

Quer comprar suplementos? Clique aqui e confira os melhores preços do mercado!

Veja aqui os principais Suplementos para Emagrecimento e Ganho de Massa Muscular

Sobre o autor

Planeta do Corpo

Os artigos com a assinatura "Planeta do Corpo" são escritos pelos nossos editores, leitores ou profissionais que disponibilizam seus conteúdos afim de contribuir com o Blog. O Planeta do Corpo é um portal informativo 100% gratuito. Todos os nossos artigos estão relacionados a suplementos alimentares, nutrição esportiva, musculação e saúde. Gostaria de colaborar com o conteúdo do site ou anunciar aqui? Entre em contato através do e-mail contato@planetadocorpo.com

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*