Termogênese – Você sabe o que é?

termogênese - Você sabe o que é

“Termogênese é a produção de calor não computada pela taxa metabólica de repouso ou pela atividade física”

Esta tem sido uma das áreas de maior estudo para o controle de peso. Termogênese é a produção de calor não computada pela taxa metabólica de repouso ou pela atividade física, ou seja, é uma queima de calorias EXTRA resultando apenas na liberação de calor e não trabalho muscular mesmo em situação de repouso a partir da oxidação das gorduras.

Os fatores que estimulam a termogênese incluem a ingestão de alimentos, substâncias termogênicas (por exemplo, a adrenalina – droga termogênica, alguns tipos de alimentos termogênicos naturais, etc.), exposição ao frio e o stress psicológico. A termogênese soma aproximadamente 15% de nosso consumo energético diário. Anormalidades na termogênese podem contribuir para a obesidade.

GIF 300x250 - Suplementos

O efeito térmico dos alimentos

Por mais estranho que possa parecer, comer pode acelerar seu metabolismo. O metabolismo aumenta durante a digestão, absorção, processamento e armazenamento do alimento. O metabolismo também aumenta por várias horas após uma refeição. O efeito metabólico da ingestão de alimentos é responsável por 5-10% do gasto calórico total. O custo energético das refeições é mais alto devido as proteínas, mais baixo pelos carboidratos e mais baixo ainda pelas gorduras.

A resposta metabólica aos alimentos é menor em indivíduos obesos. Exercícios físicos antes das refeições aumenta o efeito térmico dos alimentos tanto em indivíduos magros quantos em obesos, mas feitos depois de uma refeição, o valor metabólico aumenta apenas em indivíduos magros. A significância da termogênese induzida via dieta é controvertida. Uma dieta severa reduz a taxa metabólica, em parte porque o efeito térmico do alimento é menor. Comer de 3-6 refeições ao dia durante um programa de redução de peso pode ajudar aos indivíduos em dieta a tirar proveito do aumento da taxa metabólica provocado pelo alimento.

TGM: Uma gordura que queima gordura

A termogênese alternativa é uma produção de calor que não resulta do trabalho mecânico ou síntese tecidual ou combustível armazenado, onde a glândula tireoide tem uma participação decisiva. Exemplos incluem o aumento da atividade da gordura marrom e ações metabólicas que não contribuem em energia utilizável pelo organismo. Estes processos diminuem a eficiência metabólica, já que você consome calorias, mas seu organismo não obtém nada da energia da queima destes.


Dieta de 17 dias

Venha conhecer todo planejamento do programa "Dieta de 17 dias"!

A Dieta de 17 Dias, é um e-book completo para você aprender do ZERO a como emagrecer de forma saudável, rápida e eficaz em um ciclo de 17 dias!

E aí, você topa o desafio de emagrecer de verdade em menos de 3 semanas?


O Tecido Gorduroso Marrom (TGM) é um importante centro para a termogênese em várias espécies animais, incluindo humanos neo-natos. O TGM pode ser um centro de termogênese alternativa importante em adultos humanos. Contudo, os adultos possuem apenas pequenas quantidades desse tecido. Alguns pesquisadores têm especulado que 40-50 gramas de TGM ativo pode aumentar a taxa metabólica de 20-25%.

As propriedades de queima calórica do TGM deriva da habilidade de suas células em gerar calor sem utilizar a energia para armazenar gordura. Caso você tenha grandes quantidades de TGM, você produzirá mais calor e armazenará menos gordura.

Como citado anteriormente, a pequena quantidade de TGM em adultos humanos levou os especialistas a acreditar que esse tecido não é de grande importância como causa da obesidade ou magreza. Estudos utilizando o termógrafo, uma técnica usada para medir os pontos quentes do corpo, e leituras diretas de temperatura tecidual em seguida da administração de drogas que aumentam o metabolismo (por exemplo- adrenalina), sugerem que o TGM pode desempenhar um papel bem mais importante na termogênese do que se suspeitou anteriormente. Indivíduos obesos apresentam uma resposta de calor bem mais baixa à infusão de drogas que estimulam o metabolismo. Isto pode significar indivíduos obesos possuem menos TGM ou que a indução de calor no TGM é menos ativa do que em indivíduos magros.

Exposição ao frio, dieta, fome e certas drogas influenciam a atividade do TGM. Exposição ao frio, como demonstrado em mergulhadores coreanos de pérolas, trabalhadores e recrutas militares finlandeses, causa aumento do tamanho da gordura marrom. Apesar de controvertido, alguns estudos sugerem que exercícios à baixa temperatura podem acelerar a perda de gordura. Outro fator de máxima importância foi a descoberta de como o exercício induz a produção e liberação da irisina, agente criador de mais TGM.

RESUMO DA ÓPERA: TREINE FORTE, COMA BEM, MANTENHA-SE MAGRO E VIVA MAIS FELIZ E SAUDÁVEL!

Bom treino e até a próxima!

banner c4 loja suplementos alimentares

ATENÇÃO: Este artigo serve apenas para fins informativos e não se destina a fornecer assistência médica. Este artigo possui autorização expressa do autor.

Sobre o autor

Eder Lima

Preparador Físico Particular e Consultor Técnico de Atletas de Alto Rendimento em Diversas Modalidades Esportivas; Consultor para montagem, organização e normatização técnico administrativa para academias; Consultor em Coaching Corporativo; Ex-docente em cursos de graduação, extensão e pós-graduação nas cadeiras de: Biomecânica, Cinesiologia, Musculação e Neurofisiologia. Pós-graduado em PREPARAÇÃO FÍSICA e MUSCULAÇÃO, UGF. 1994 portador do CREF. G/MG 01232.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.


*